Empenho na caça ao tesouro

As cenas fotografadas mostram os caçadores do 4º ano E em plena atividade: ora com seu material de Inglês diário, ora com dobraduras de barcos em que viajam imaginariamente pelas águas de Iemanjá, a querida dos escravos iorubás, ou Nossa Senhora dos Navegantes, a venerada pelos católicos do Brasil. Podem até chegar ao Muro das Lamentações para confeccionar suas próprias “caixinhas de medos”.

Seja na aula de Língua Inglesa, seja na de Ensino Religioso, a mesma atenção e dedicação enquanto recolhem as joias da cultura que fundamentará suas vidas.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.